Senador Clésio Andrade apresenta projeto que amplia carta social

Compartilhar           Orkut          

| 19/07/2013 - Atualizada em: quarta-feira, 12 de outubro de 2016 18:11

Pedro França/Agência Senado

​O senador Clésio Andrade (PMDB/MG) apresentou projeto de lei no Senado Federal com o objetivo de ampliar o beneficio da carta social. O serviço da carta social, dos Correios, foi regulamentado em dezembro de 2011, pelo Ministério das Comunicações e, atualmente, pode ser utilizado por participantes do Bolsa Família e por seus dependentes, que podem enviar até 5 cartas por dia, de peso máximo de 10 gramas, pelo valor simbólico de 1 centavo.

O PLS 283/2013 vai garantir também esse direito para pessoas físicas com idade superior a sessenta anos, “a carta social deve ser preservada e estimulada, principalmente entre a população idosa, independentemente do nível de renda”, afirma o senador Clésio Andrade na justificativa do projeto.

O projeto apresentado pelo senador mineiro foi sugerido por um cidadão de Pouso Alegre, cidade do Sul de Minas Gerais, que acredita que a comunicação escrita entre os brasileiros deva ser estimulada.

Compartilhar           Orkut