Elevação dos royalties deve ter agilidade no congresso

Compartilhar           Orkut          

| 19/06/2013 - Atualizada em: terça-feira, 18 de outubro de 2016 18:06

Luiz Renato Orphão

​Com o novo marco regulatório da mineração anunciado ontem pela presidente Dilma Rousseff, a proposta de autoria do senador Clésio Andrade, que eleva de 2 para 4% os royalties do minério, deverá ser apensada ao projeto de lei que o governo federal enviará ao Congresso para estabelecer a elevação da alíquota da Compensação Financeira pela exploração de recursos minerais (Cfem).

Na avaliação do senador do PMDB mineiro, isso irá acelerar a aprovação da proposta, beneficiando os municípios mineiros mineradoras, que deverão ter sua receita elevada quatro vezes mais do que recebem atualmente pela exploração do minério de ferro.

“A aprovação dos novos percentuais da Cfem beneficiará Minas, principalmente os 70 municípios mineradores do estado, já que incidirá sobre a receita bruta, elevando quatro vezes mais o valor que os municípios recebem atualmente. O resultado será excepcional para o estado”, afirmou o senador.
Ouça a entrevista.

Compartilhar           Orkut