Nota à Imprensa

Compartilhar           Orkut          

| 13/12/2012 - Atualizada em: domingo, 9 de outubro de 2016 5:21

Roberto Maxwell

Em relação à publicação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) no Diário Oficial da União, avisando sobre o leilão para a escolha da empresa que fornecerá a tecnologia e será a operadora do primeiro trem-bala brasileiro, o Presidente da Confederação Nacional do Transporte (CNT), senador Clésio Andrade, lamentou a decisão do governo de licitar o trem-bala que ligará Rio de Janeiro a São Paulo.

O senador afirmou que o país não tem condições de arcar com os custos da obra e entende que não seja uma obra prioritária, já que o trecho é bem atendido e tem boas alternativas. O presidente da CNT disse ainda que o projeto do trem de alta velocidade é inviável, que a CNT e o transportador brasileiro estão indignados e pede que o governo reavalie a decisão.

O senador Clésio Andrade lembrou ainda que, neste momento, em que o governo precisa investir forte em rodovias, portos, aeroportos e na multimodalidade, não seria o melhor momento para o projeto, classificado com pífio pelo Presidente da Confederação Nacional do Transporte (CNT). Ouça a entrevista. ​


Compartilhar           Orkut