Clésio defende transferência de Furnas para Minas

Compartilhar           Orkut          

Infraestrutura | 06/06/2011 - Atualizada em: quinta-feira, 13 de outubro de 2016 4:29

A origem mineira de Furnas e a tradição do estado como grande fornecedor de energia elétrica para as regiões Sudeste e Centro-Oeste justificam, na opinião do senador Clésio Andrade (PR-MG), a transferência da sede da empresa do Rio de Janeiro para Belo Horizonte. Ele lembra que quase todas as atividades operacionais desenvolvidas pela estatal do Sistema Eletrobrás estão em Minas, berço da primeira usina de grande porte no país: a hidrelétrica de Furnas.

A reivindicação em relação a Furnas é um dos pontos defendidos por Clésio Andrade no documento intitulado Fortalecimento de Minas no Cenário Nacional. Nele, o senador e a bancada mineira de apoio ao governo pleiteiam a retomada do papel do estado no cenário político e econômico do país.

Criada para garantir o abastecimento das cidades de São Paulo, Rio e Belo Horizonte, Furnas é tida pelos mineiros como uma das empresas que mais representam Minas, embora esteja presente também no Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Espírito Santo, Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Paraná e Rondônia.

A empresa começou a operar em 1963, na cidade de Passos (MG), mas foi transferida em 1971 para o Rio de Janeiro. Tem 15 usinas hidrelétricas, duas termelétricas e 19,3 mil km de linhas de transmissão, construídas pela estatal ou em parceria com empresas públicas e privadas.

Compartilhar           Orkut