Mineiros devem ir às ruas por royalties sobre minérios

Compartilhar           Orkut          

| 30/09/2011 - Atualizada em: terça-feira, 18 de outubro de 2016 8:55

 

 
“Temos que levar os mineiros às ruas e fazer um movimento para demonstrar o que as mineradoras estão fazendo com as serras de Minas Gerais e o quanto a extração mineral está afetando a saúde dos mineiros”, afirmou o senador Clésio Andrade (PR-MG) nesta quinta-feira, quando defendeu a elevação da cobrança de royalties sobre minérios, para reduzir os danos à saúde e ao meio ambiente.
 
A manifestação de Clésio Andrade se deu durante sessão da Comissão de Infraestrutura do Senado em que se aprovou a realização de audiência pública para discussão do substitutivo do senador Aécio Neves (PSDB-MG) aos projetos dos senadores Clésio e Flexa Ribeiro (PSDB-PA), que propõem a elevação das aliquotas dos royalties sobre minérios de 2% para até 5% sobre o valor do produto.
 
A audiência pública deveria se realizar em frente à Serra de Itatiaiuçu, na Rodovia Fernão Dias, para que todos vejam o que significa para a saúde das pessoas a exploração de minério que ocorre em Minas Gerais” – propôs Clésio.
 

 

Os projetos dos senadores Clésio e Flexa Ribeiro, por tratarem do mesmo tema, foram apensados, isto é, passam a tramitar juntos, e têm o mesmo objetivo: aumentar a arrecadação para, com os recursos, minimizar os impactos socioambientais sobre os mais de 60 municípios mineradores do estado de Minas Gerais.  O senador Aécio Neves será o relator dos dois projetos.

 

 
Clésio criticou a demora na aprovação do projeto e lembrou a luta dos cariocas para não perder os royalties do petróleo e mostrou preocupação com a saúde dos mineiros. “Estamos convivendo com a fuligem da exploração do minério, que é uma das mais tóxicas que existem. Por isso, os municípios mineradores devem ser ressarcidos de forma justa”, disse o senador Clésio Andrade. Ele considerou positivo o substitutivo elaborado pelo colega Aécio Neves e disse que vai lutar por sua aprovação. Nesse assunto, disse, “é Clésio e Aécio juntos por Minas”. 
 

 

Compartilhar           Orkut