"É como se caísse um Boeing a cada quatro dias"

Compartilhar           Orkut          

| 22/09/2011 - Atualizada em: segunda-feira, 17 de outubro de 2016 5:56

 

O senador Clésio Andrade (PR-MG) fez na noite desta quarta-feira um alerta ao governo a respeito do risco que representa para o país a falta de investimentos em infraestrutura de transporte, que demanda, hoje, R$ 450 bilhões para que o Brasil mantenha sua competitividade diante de concorrentes diretos, principalmente dos Brics.

Presidente da Confederação Nacional do Transporte (CNT), o senador mineiro alertou para insegurança nas estradas brasileiras e mostrou que o número de mortes cresce ano a ano “é como se caísse um Boeing a cada quatro dias”.  . O aumento dos investimentos durante o governo Lula e, agora, no da presidente Dilma, segundo ele, são insuficientes.

O volume de investimentos, segundo Clésio, pode parecer muito, mas não faz frente aos concorrentes diretos do Brasil no mercado internacional, que são China, Rússia e Índia, os BRICS. 

“A Índia investiu, em 2010, 505 bilhões de reais (US$ 324 bilhões), o que equivale a 8% do PIB. A China investiu em sua infraestrutura de transporte, em 2010, nada menos que 1,8 trilhão de reais (US$ 1,01 trilhão), o equivalente a 10,6% de seu PIB. Por sua vez, a Rússia investiu 242 bilhões de reais (US$ 155 bilhões), em 2010, 7% de seu PIB. O Brasil investiu, no ano passado, 15,4 bilhões de reais (US$ 9,11 bilhões) em infraestrutura de transporte, o equivalente a apenas 0,42% do PIB”, comparou Clésio Andrade. 

“O Brasil, lembrou o senador mineiro, pagou R$ 531 bilhões em juros da dívida pública nos últimos três anos. No mesmo período, foram investidos em infraestrutura de transporte pouco mais de R$ 40 bilhões, ou seja, o equivalente a 6,6% do serviço da dívida. Esta relação deve ser invertida, uma vez que o investimento é necessário ao crescimento econômico do país”.

E concluiu afirmando que nenhum ministério sobrevive sem investimentos.


Conteúdo multimídia:

Leia o discurso na íntegra.

Ouça o áudio.

Compartilhar           Orkut