Incluída em Programa, BR-262 é alvo de cobrança de senador

Compartilhar           Orkut          

COBRANÇAS DO INTERESSE DE MINAS | 30/08/2012 - Atualizada em: domingo, 9 de outubro de 2016 11:57

​A viabilização das obras da BR 262, incluída no Plano Nacional de Logísitca, foi mais uma vez cobrada pelo senador Clésio Andrade, que solicitou empenho ao Ministro dos Transportes, Paulo Passos.

Rodovia de fundamental importância para o escoamento da produção que segue em direção ao porto de vitória, a BR-262 incluída no Programa Nacional de Logística, lançado ainda neste mês, em Brasília. Visando agilizar o  processo, o senador Clésio Andrade encaminhou ofício ao Ministro dos Transportes, Paulo Passos, pedindo atenção especial do chefe da pasta. O trecho que será cedido ao mercado privado corresponde a divisa de Minas Gerais com o Espírito Santo até o entroncamento com a BR-381.

“É uma rodovia que tem uma importância histórica. Liga Belo horizonte a Vitória, ao Espírito Santo, e é bastante utilizada por turistas que seguem para o litoral capixaba, além do escoamento da produção. Como a rodovia tem sempre um grande fluxo, estamos buscando com o Ministro agilizar esta obra para garantir a segurança de todos que são obrigados a trafegar por ela”, justifica o senador Clésio Andrade.

Programa Nacional de Logística

De acordo com o anúncio feito pelo Ministro dos Transportes, Paulo Passos, serão investidos R$ 133 Bilhões na duplicação dos principais eixos rodoviários, e na reestruturação e ampliação das ferrovias do país nos próximos 20 anos. Além da BR-262, Minas Gerais possui quatro rodovias no Programa Nacional de Logística, são elas: BR-116; BR-050; BR-040; BR-153. A ferrovia Belo Horizonte – Salvador também está incluída no Plano.​

Compartilhar           Orkut