Clésio quer preservar arrecadação de Minas sobre minério

Compartilhar           Orkut          

| 09/08/2012 - Atualizada em: sábado, 8 de outubro de 2016 22:38

Rio/Tinto

​O senador Clésio Andrade solicitou à presidenta Dilma que não vete a emenda incluída na MP 563, aprovada na terça-feira, e que impede manipulação do preço real cobrado pelas mineradoras pelo minério exportado. A emenda pode elevar a arrecadação da Compensação Financeira por Exploração Mineral (Cfem) devida aos estados e municípios mineradores, beneficiando Minas em mais até R$ 300 milhões. Pará, segundo maior exportador, seria beneficiado com mais R$ 200 milhões ao ano.

A manutenção do benefício, no entanto, depende da preservação da emenda que impõe o Preço sob Cotação na Exportação como base de cálculo da Cfem. “Nós todos estamos mobilizados, em conversas com o governo, com a presidenta Dilma Rousseff, para que atendam essa demanda e elevar a arrecadação dos royalties aos estados que tanto sofrem com a exploração”, afirma o senador Clésio Andrade. Senador por Minas e presidente da Confederação Nacional do Transporte (CNT), Clésio também apresentou projeto elevando de 2% para 4% a alíquota da CFEM a ser aplicada sobre o minério de ferro.​

Compartilhar           Orkut