Royalties do minério: Senador Clésio pede votação rápida

Compartilhar           Orkut          

COBRANÇAS DO INTERESSE DE MINAS | 03/08/2012 - Atualizada em: segunda-feira, 19 de setembro de 2016 18:12

Divulgação Rio/Tinto

​Em entrevista para a Rádio Itatiaia nesta quinta-feira (2), o senador Clésio Andrade cobrou maior agilidade do senador Aécio Neves para apresentar, o mais rápido possível, relatório ao projeto de sua autoria, que propõe a elevação dos royalties do minério de ferro de 2% para 4%.

“O que nós precisamos fazer nesse momento é um apelo ao senador Aécio Neves, já vai completar um ano que esse projeto está parado à espera do relatório. Precisamos agora correr contra o tempo.”, cobrou o senador Clésio Andrade.


Tramitação


O projeto de lei do senado - PLS 283 –, que propõe a elevação dos royalties do minério para 4%, foi apresentado pelo senador Clésio Andrade em maio de 2011. Em junho do mesmo ano, foi designado como relator do PLS 283 o senador Aécio Neves, que o devolveu para nomeação de novo relator, ainda em junho.

Em setembro de 2011 foi aprovado requerimento na Comissão de Infraestrutura do Senado para que o PLS 283/2011, de autoria do senador Clésio Andrade, e o PLS 01/2011, de autoria do senador Flexa Ribeiro, tramitassem em conjunto, por versarem de mesma matéria.  A relatoria de ambos os projetos foi então designada novamente  ao senador Aécio Neves,  de quem depende o parecer para que se proceda a votação.  

 


Compartilhar           Orkut