Vale do Rio Doce precisa de rodovia em melhores condições para escoar produção

Compartilhar           Orkut          

| 10/07/2012 - Atualizada em: terça-feira, 11 de outubro de 2016 13:03

Foto: Brasil Caminhoneiro

Com 102 municípios, a região do Vale do Rio Doce tem como principais atividades econômicas a indústria, comércio, agricultura e pecuária. Para atender a grande demanda de transporte da produção, o senador Clésio Andrade reivindica do ministro dos Transportes, Paulo Passos, a duplicação da rodovia no trecho que liga Ipatinga a Governador Valadares.

“A região tem mais de 1 milhão de pessoas e uma intensa atividade econômica. Por isso, a duplicação deste trecho da rodovia, torna-se de grande importância para o desenvolvimento do Vale do Rio Doce. Além, claro, de reduzir o número de acidentes e mortos na BR, conhecida como Rodovia da Morte”, afirma o senador Clésio Andrade.

A BR-381 possui 1.181 quilômetros e liga os estados do Espírito Santo, Minas Gerais e São Paulo. Hoje em dia, a rodovia representa um gargalo à economia de Minas, além de ser de grande risco para quem é obrigado a trafegar por ela todos os dias.

Compartilhar           Orkut