Mudança na poupança ajuda o crescimento

Compartilhar           Orkut          

| 04/05/2012 - Atualizada em: segunda-feira, 17 de outubro de 2016 5:56

O senador Clésio Andrade (PMDB-MG) afirmou que a mudança na caderneta de poupança adotada pela presidente Dilma Rousseff era fundamental para a continuidade da redução das taxas de juros do país. “A redução de 3% na produção industrial do primeiro semestre, divulgada a quinta-feira (3) pelo IBGE, indica a necessidade de aprofundamento da política de juros baixos e aumento nos investimentos em infraestrutura, como forma de acelerar o crescimento e a geração de empregos”, afirmou o senador mineiro e presidente da Confederação Nacional do Transporte (CNT).

O fundamental é a existência de mecanismos de preservação do valor da poupança, mesmo que com juros mais baixos”, afirmou Clésio Andrade. Para ele, “a meta de juros reais em torno dos 2% ao ano não é uma extravagância brasileira, mas um padrão internacional que o país deve seguir para garantir o mesmo nível de competitividade de sua produção no mercado internacional”.

“O cuidado, agora, é com o comportamento da inflação e respectiva calibragem da política monetária. O governo precisa estar atento para qualquer elevação dos preços acima das metas estabelecidas e adotar as medidas necessárias à preservação do valor da moeda e do poder de compra da população”, alertou Clésio Andrade.

Compartilhar           Orkut