Senador quer elevar royalties pelo minério de MG

Compartilhar           Orkut          

Cobranças do interesse de Minas | 03/04/2012 - Atualizada em: terça-feira, 18 de outubro de 2016 20:44

Acervo/Rio Tinto


Com o objetivo de reduzir o enorme prejuízo ambiental causado pela exploração do minério de ferro, o Senador Clésio Andrade (PMDB-MG) apresentou projeto de lei para elevar o percentual dos royalties de 2% para 4%. O senador por Minas ainda cobra o apoio do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann.

“A exploração do minério deve ser acompanhada de compensação financeira justa, destinada aos municípios produtores, como forma de minimizar os danos causados pela atividade”, afirma o senador Clésio Andrade.

Minas Gerais é um dos maiores produtores de matéria prima oriunda da mineração, e a proposta trata-se de uma das mais importantes medidas para beneficiar centenas de municípios mineradores em todo o país, haja vista os grandes prejuízos, em termos sociais e ambientais, provocados em razão da atividade mineradora.

A demanda tem o apoio do grupo Pró-Minas da Dilma e é um dos principais pontos do documento Fortalecimento de Minas no Cenário Nacional. O documento, coordenado pelo senador Clésio Andrade e com participação da bancada mineira de apoio ao governo Dilma, faz um diagnóstico sobre as principais necessidades do estado em relação a obras de infraestrutura e também sobre a recuperação do espaço político perdido no cenário nacional.

 
 

Compartilhar           Orkut