Exigência demais para crédito bom, diz Clésio

Compartilhar           Orkut          

| 14/03/2012 - Atualizada em: sábado, 15 de outubro de 2016 9:21

 

 

A liberação de R$ 500 milhões em crédito pelo Pronamp, Programa de Apoio ao Médio Produtor, destinados a investimentos na propriedade, pode contribuir para o aumento da produção agrícola e, especificamente em relação aos cafeicultores, para melhoria da qualidade do produto, afirmou o senador Clésio Andrade (MG), membro da Comissão Parlamentar Mista do Café.

Clésio Andrade afirmou, porém, que o programa anunciado na segunda-feira pelo Ministério da Agricultura, com limite de R$ 300 mil por interessado e juros de 6,25% ao ano, poderia vir acompanhado por medidas para reduzir as exigências e burocracia que dificultam a tomada do crédito, que se destina exclusivamente aos produtores com renda de até R$ 700 mil.

"Nessa faixa de porte de produtor, há um grande número de cafeicultores que, como tantos outros estão com dívidas elevadas, o que dificulta o acesso ao crédito", afirmou o senador mineiro. Clésio Andrade defendeu a criação de sistema adequado de crédito rural que permita a redução das garantias exigidas pelos agentes financeiros.

 

Compartilhar           Orkut